Dicas jardim

Deduzir jardineiros do imposto - isso é possível?

Deduzir jardineiros do imposto - isso é possível?



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

É muito caro ter seu próprio jardineiro que traga a cerca viva e o gramado? Se você o resolver corretamente, poderá deduzir esses custos do imposto.

Pagar jardineiros e receber dinheiro de volta do Tesouro?

Aqueles que podem relaxar em sua própria casa depois do trabalho e no fim de semana realizaram um sonho. Afinal, a casa com um jardim - de preferência no verde - ainda está no topo da lista de desejos de muitas famílias. E, assim, você economiza por anos, contrai um empréstimo para ganhar dinheiro e investe muito tempo projetando suas próprias quatro paredes.

Se o proprietário puder comprar um terreno maior para a casa, criar um jardim com muita vegetação, flores e árvores frondosas é um passo óbvio. Antes que você possa realmente se sentir confortável em seu próprio parque, passa muito tempo. E pelo menos o mesmo esforço deve ser investido na manutenção do espaço verde pessoal. O trabalho no jardim começa com os primeiros raios de sol na primavera.

Colocar lâmpadas novas, remover o verde murcho do ano passado, podar árvores e o primeiro corte de grama - a jardinagem leva muito tempo. Se você precisar cuidar da educação das crianças, além do seu trabalho, rapidamente enfrentará um verdadeiro obstáculo. Teoricamente, o proprietário do jardim poderia entregar o trabalho a uma empresa de manutenção da paisagem - um jardineiro. Mas: muitas famílias evitam esses custos. Na legislação tributária, existe a possibilidade de envolver as autoridades fiscais na manutenção de jardins. Como são os regulamentos em detalhes? E que requisitos o jardim precisa atender?

Pré-requisitos para validade fiscal

Basicamente, o jardineiro cai na área de serviços artesanais. De acordo com a Seção 35a (3) da Lei do Imposto de Renda (Lei do Imposto de Renda), estes podem ser reivindicados na declaração de imposto de renda para reduzir o imposto. No entanto, não em quantidades ilimitadas - e somente se certas condições forem atendidas.

Por exemplo, a lei regula a Lei do Imposto de Renda de que as despesas não:

  • Edição de negócios ainda
  • Os custos de publicidade

pode ser. Isso significa que a abordagem de um jardineiro como um serviço de artesanato na declaração de impostos de imóveis alugados não é mais aplicável. Especialmente os freelancers e os trabalhadores independentes que montaram um escritório em sua própria casa precisam trazer muito senso de proporção aqui. No caso de imóveis alugados, o jardineiro pode, em certas circunstâncias, ser cobrado pelos custos de publicidade.

Além disso, o princípio aplica-se apenas:

  • renovação
  • Conservação e
  • modernização

ter um efeito de redução de impostos. Quem quer que o jardineiro recrie o jardim deve arcar com os custos. Mas o fato é que a fronteira corre sem problemas. Por exemplo, a montagem de um muro de contenção no jardim existente pode atender às circunstâncias declaradas - o que tornaria os custos dedutíveis.

Back Carvão de volta - apenas com fatura

Um aspecto importante diz respeito ao faturamento ou pagamento. De acordo com Steuererklaerung-2014.org, os contribuintes devem estar cientes de que apenas as faturas criadas corretamente são reconhecidas pelas repartições fiscais - se forem pagas por transferência bancária. Qualquer pessoa que contrate um jardineiro deve indicar isso com antecedência.

Como apenas os custos trabalhistas e salariais ou o uso de máquinas podem ser levados em consideração, mas os custos dos materiais não influenciam a dedução do imposto, a fatura deve ser projetada de acordo.

Dedução de custos de jardineiro - quanto é permitido?

Os custos do jardineiro não podem ser dedutíveis em nenhum valor

O fato de que a conta do responsável pela paisagem possa ser deduzida do imposto é certamente uma notícia positiva. Infelizmente, o legislador não permite dedução ilimitada de impostos nas condições básicas do EStG. Em vez disso, existem regulamentos estritos sobre os limites máximos para serviços de artesãos, de acordo com a Seção 35a da Lei do imposto de renda.

Infelizmente, qualquer pessoa que apresente à administração fiscal um extrato anual de 10.000 euros é azarado. Somente somas até um máximo de 6.000 euros são reconhecidas como base de avaliação. Desses, 20% reduzem impostos - ou seja, 1.200 euros. Porém: de acordo com o finanztip.de, o serviço de artesão pode ser combinado com a dedução de outras despesas relacionadas à casa.

Por exemplo, a Seção 35a da Lei do Imposto de Renda prevê no parágrafo 1 a dedução dos custos resultantes do emprego relacionado a famílias. A condição é que ela seja projetada como emprego marginal. Uma dedução máxima de 20% do esforço - até um máximo de 510 euros - seria concebível aqui. Isso significa que custos de até € 2.550 também podem ser acomodados na declaração de imposto de renda.

O que mais precisa ser considerado?

Se você quiser deduzir o trabalho do jardineiro do imposto, deve garantir que as faturas corretas sejam emitidas e que não sejam simplesmente pagas em dinheiro.

Existem outros obstáculos e obstáculos que levam a surpresas desagradáveis? Perguntas e atrasos no processamento da declaração de impostos geralmente surgem de erros no preenchimento dos formulários.

Trick Truque de controle pequeno

Não é um erro confiar no suporte do software apropriado. No entanto, se os formulários forem preenchidos manualmente, os totais das faturas individuais deverão ser somados e o IVA incluído.

Se o limite máximo de 1.200 euros já estiver esgotado há um ano, as famílias afetadas podem tirar proveito de um princípio das autoridades fiscais. Não é a data da fatura que é decisiva. Se a conta do jardineiro terá impacto no imposto de renda no próximo ano depende apenas da hora do pagamento. Nesse contexto, as contas acumuladas para manutenção do jardim no final do ano podem ser adiadas para o próximo ano.

Ter o jardineiro pago pela administração fiscal

Um jardim bem cuidado é um oásis no verão, para o qual as pessoas ficam felizes demais em se retirar. No entanto, às vezes leva anos para que o verde em sua casa seja o ideal. E mesmo assim o jardim precisa de manutenção. Se você realiza essas atividades por uma empresa especializada, precisa aprofundar um pouco mais sua carteira, mas o legislador concede a essas famílias uma dedução dos serviços do artesão do imposto de renda.

Com 20% - com base na base de avaliação de 6.000 euros - a dedução não é necessariamente generosa. No entanto, o jardineiro pode ajudar a reduzir a carga tributária. E, dessa forma, também garante uma vegetação luxuriante em torno de suas próprias quatro paredes.

No entanto, todo proprietário que deseja evocar esse "curinga" de suas mangas deve seguir uma linha clara quando perguntado sobre o faturamento com ou sem uma fatura. Os serviços fiscais reconhecem os serviços de artesãos apenas se estiverem disponíveis - e foram transferidos.